O filme Meu Malvado Favorito é um sucesso desde o seu lançamento em 2010. A animação conta a história de Gru, um vilão que planeja roubar a Lua. Mas sua vida muda quando conhece três adoráveis ​​minions e precisa lidar com suas personalidades excêntricas e imprevisíveis. Além da história cativante e dos personagens icônicos, a tipografia também desempenha um papel importante na estética do filme.

A fonte utilizada no filme é a Banco, uma fonte com estilo de gráficos de computador arredondados e curvas suaves. Ela foi criada pelo designer de fontes britânico Roger Excoffon em 1952 para a Fonderie Olive. A fonte foi criada para ser utilizada em cartazes publicitários e em logotipos, mas se tornou amplamente utilizada em materiais de marketing e publicidade.

A escolha da fonte Banco para o filme Meu Malvado Favorito se justifica pela sua estética divertida e arredondada, que transmite a personalidade dos personagens, principalmente dos minions. Além disso, a fonte é legível e fácil de ser visualizada a partir de uma distância considerável, o que a torna perfeita para ser usada em letreiros e placas que aparecem no background das cenas.

Além da fonte Banco, o filme também utiliza outras fontes em títulos e em outros elementos de design. Por exemplo, a abertura do filme é feita com a fonte Futura Maxi Bold. Já o título do filme é escrito em uma versão personalizada da fonte Folio Std Bold.

A tipografia é um dos elementos mais importantes na construção de uma identidade visual em um filme, e em Meu Malvado Favorito, a escolha das fontes ajudou a criar um universo coeso e divertido para os personagens. A escolha da fonte Banco é um exemplo de como um detalhe pode fazer toda a diferença na construção de um universo mágico e acolhedor.

Em resumo, a fonte utilizada no filme Meu Malvado Favorito é a Banco, criada por Roger Excoffon em 1952. Essa fonte foi escolhida pelo seu estilo arredondado e divertido, perfeito para transmitir a personalidade dos minions e dos outros personagens do filme. A tipografia é um elemento importante em qualquer produção visual e em Meu Malvado Favorito, a escolha das fontes ajudou a contar a história da aventura de Gru e sua turma.