Era um dia chuvoso no mês de outubro de 1996 quando eu comprei meu primeiro videogame. Era um PlayStation, que vinha com o jogo Crash Bandicoot. Eu tinha ouvido falar muito bem desse jogo e estava ansioso para experimentá-lo pela primeira vez.

Mas desde o momento em que comecei a jogar, eu percebi que havia algo estranho nele. Não sei explicar exatamente o que era, mas havia algo no fundo do jogo que me fazia sentir desconfortável. Era como se eu estivesse sendo observado por algo ou alguém.

No começo, eu tentei ignorar esses sentimentos estranhos, tentando convencer a mim mesmo de que era apenas minha imaginação. Mas as coisas só ficaram pior. As imagens na tela começaram a parecer distorcidas e as cores eram mais escuras do que deveriam. As falas dos personagens eram distorcidas e às vezes tinham um tom assustadoramente sinistro.

Eu tentava falar com meus amigos sobre isso, mas eles não pareciam entender do que eu estava falando. Eles até zombavam de mim, dizendo que eu estava ficando paranóico. Mas eu sabia que havia algo mais acontecendo.

Finalmente, eu não conseguia mais lidar com a paranoia que o jogo estava me causando. Decidi me livrar dele e até mesmo de meu PlayStation. Mas mesmo depois de tanto tempo, ainda o dói pensar nessa estranha sensação que senti em relação ao jogo.

E então, semanas depois, eu descobri que outras pessoas tinham experimentado coisas semelhantes. Havia rumores circulando na internet de que o jogo tinha uma energia maligna que afetava a mente das pessoas que jogavam por muito tempo.

Alguns relatos diziam que pessoas que tinham jogado o jogo por horas a fio tinham experimentado alucinações e pesadelos na vida real, algumas até alegaram ter recebido mensagens assustadoras em seus sonhos. Era como se o jogo tivesse uma maldição que se espalhava para o mundo real.

Não sei a verdade sobre esses rumores, mas posso dizer com certeza que havia algo muito estranho em relação àquele jogo. Algo que nunca vou ser capaz de explicar completamente. Talvez o jogo tenha sido possuído por um espírito malévolo, talvez fosse apenas minha imaginação.

Mas independentemente do que for a verdade, a sensação de desconforto que senti com Crash Bandicoot permaneceu comigo até hoje. E eu ainda me pergunto o que realmente estava acontecendo com aquele console e com aquele jogo assombroso.